Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Camila Masiso - Tem roqueira no samba.


Após anos passeando pelos palcos do Pop Rock, essa talentosa potiguar rendeu-se aos encantos do samba que, por sua vez, a acolheu de braços abertos.
A rigor, toda mudança é difícil, de modo que na música não poderia ser diferente. O medo do “novo” é o maior desafio a ser vencido, penso eu. É preciso coragem para recomeçar, redescobrir-se, se permitir arriscar.
E foi isso que Camila Masiso fez. Depois de ter passado por bandas como Base Livre, Lado B e Tricor, Camila, com muita personalidade, ousou trilhar novos rumos em sua carreira, e nessa empreitada deu sorte logo de cara. É que em seu caminho apareceu Diogo Guanabara e a turma do Macaxeira Jazz, quer companhia melhor?
Os caras, munidos de toda malandragem inerente aos grandes sambistas, acolheram a musa com carinho, dando o tom exato para sua bela voz.
E que voz! Suave, afinada, uma rouquidão na medida certa, um charme.
Repertórios como o de Roberta Sá e Maria Rita caíram como uma luva, iniciando a nova fase de sua trajetória.
A aceitação do público natalense foi imediata, e não poderia ser diferente, pois não há quem resista à harmonia de seu “samba-bossa”.
Em setembro de 2010 lançou o cd “Boas Novas”, no Teatro Alberto Maranhão, com 9 composições inéditas, dentre as quais destaca-se “O amor”, de autoria de Maykel Câmara e Diogo Guanabara.
Seja bem vinda ao Samba do Brasil!
A guitarra, símbolo maior do rock, deve estar distorcendo-se de saudades. Todavia, o violão agradece.
Boa Sorte.



4 comentários:

  1. Bomm... primeira mulher marcando presença em um post no blog. hehehe
    Começou muito bem. Camila é dona de uma bela voz, realmente. Gostei da transição dela para o samba, deu muito certo.
    SUCESSO!!!

    O blog está seguindo o propósito, parabéns!!!
    Bjo amor.

    ResponderExcluir
  2. Além do violão nós todos, amantes do samba, agradecemos por mais uma voz feminina dando brilho à nossa música preferida. E que voz!
    Muito bem lembrado o nome dessa menina que, sem dúvida, merece ser incluida no seleto rol de divas como Elizete Cardoso, Elza Soares, Izaura Garcia e tantas outras.

    ResponderExcluir
  3. Olha, que exagero J G Korerig. Colocar Camila com Elizete, Elza, Izaura Garcia..., nota-se que você está equivocado. O fato é que todas estas citadas tem vozes lindas maravilhosas e são donas de uma musicalidade incrível que hoje, não se ver em nenhuma cantora da nova geração e Camila, está começando agora. A voz é linda, mas é pequena, suja, soprosa e desafinada. Isso desde o Tricor! É FATO! Não sei pq os cantores acham que não precisa estudar. Ou estudam com um prof. de mentira. Criam uma voz, uma maneira de cantar e pronto.Ela no máximo, entraria no Hall de Roberta Sá.
    Peço desculpa pela sinceridade. Nada contra Camila que é uma linda e muito talentosa, mas só talento não interessa. Já a vi cantando na Casa da Ribeira. É apenas uma crítica! Vista de outro ponto!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, pegou pesado, heim?!
    Concordo com alguns pontos. Principalmente com o equívoco do comentário do seleto hall das divas. Iniciastes devem ser tratados como tal no mundo artístico. Pois, é inegável o fato de como eles viram autoridades de um simples comentário ou elogio para outro que alguem faça. Quanto a voz de Camila. Não entendo muito do assunto mas, sinto que mudará bastante. Quanto a afinação... Quem não desafina, não é mesmo?!

    ResponderExcluir